Contador de visitas

sábado, 3 de junho de 2017

POPULAÇÃO SENTE SAUDADES DE MAURO MENDES E APONTA EMANUEL PINHEIRO COMO PIOR PREFEITO DOS ÚLTIMOS 50 ANOS

Andando por bairros periféricos cuiabanos, onde valetas crateras e buracos tornam as ruas intransitáveis, além de não se ver uma única obra de destaque da gestão Emanuel Pinheiro, a impressão que se tem é de que Cuiabá está sem prefeito desde a saída de Mendes.

João Lima de Souza, 53 anos, dono de um mercado no bairro Dr. Fábio, deu sua opinião: "Esse é o pior dos pior. Votei nele e  arrependo. Fica só na falação, conversa fiada e não faz nada"

Ana Costa Pereira de Andrade, 24 anos, pedagoga,  moradora do  bairro Umuarama, opinou: "É um grande falastrão, mentiroso de marca maior. O abandono não é só no meu bairro e outros vizinhos. Minha mãe mora no Parque Atalaia, e lá situação é ainda pior. Sem exagero, pelo que ouço, é o pior prefeito dos últimos 50 anos.".


MISTERIOSAS E ANTIGAS LIGAÇÕES DO GOVERNADOR PEDRO TAQUES COM MAFIOSOS DA AGIOTAGEM E DA "CARNE FRACA"

O governador  Pedro Taques, dias atrás,  se gabava da JBS/Friboi ter negociado rapidamente acordo para devolver ao Tesouro quase R$ 400 milhões. O acordo foi após a entrada em cena do grupo de recuperação de dinheiro roubado (CIRA), comandado pelo Ministério Público (MPE). Após isso, Taques foi intimado a se explicar na justiça, por ter feito essa negociação das pendências financeiras da JBS/Friboi, e em troca livrar a empresa de operações policiais, em acordo com o MPE.  MT deveria arrecadar R$ 2,5 bilhões com seu rebanho bovino de mais de trinta milhões de cabeças, mas não chega a R$ 1 bilhão, em um negócio comandado pela JBS/Friboi em MT. O acordo entre a empresa e o governo poderia ter sido melhor, e o juiz do caso, Luís Aparecido Bortolussi Júnior, também estranhou a pressa e ausência de documentos. Mas tudo faz sentido:  De acordo com o TRE, Wesley Batista, dono da Friboi e sócio de Fernando Mendonça na Global Participações doaram respectivamente R$ 100 mil e R$ 230 mil reais para a campanha de Taques somente em 2010, correspondendo a 30% de tudo que ele recebeu para se tornar senador. 

 A Global, por sua vez, é investigada pela PF por ser uma das empresas usadas no esquema para lavagem de dinheiro encabeçado pelo empresário Júnior Mendonça, dono da Amazônia Petróleo, da Global Fomento e pivô da Operação Ararath. Amigo e doador de campanha do governador, Mendonça é visto em festas em Duabai e circula livremente mesmo após todos os crimes. A venda de parecer do Ministério Público para a empresa a pedido do governador foi algo inédito no País, já que é a primeira vez, na República, que uma empresa pagou para não ser investigada, ou ter a investigação sobre si cessada, bem como o perdão dos crimes cometidos.

 A dúvida do juiz que não aceitou isso, e da sociedade em geral é se esses R$ 376 milhões pagos pela JBS entraram 100% no Tesouro. Fontes  informaram que um amigo e protegido de Taques, estaria trabalhando como executivo na JBS em São Paulo, onde foram realizados alguns encontros.  O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal, denunciaram à Justiça a existência de um forte vínculo entre o presidente executivo do grupo JBS Friboi, Wesley Batista, e uma rede criminosa que atuava no ramo de agiotagem, financiamento ilegal de campanhas eleitorais e lavagem de dinheiro desviado de cofres públicos em Mato Grosso. As suspeitas de envolvimento da multinacional de carnes em operações ilegais no mercado financeiro e no submundo da política surgiu com o aprofundamento da chamada “Operação Ararath”, comandada pela procuradora da república, Vanessa Scarmagnani. A operação desmontou um esquema de agiotagem, lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos e corrupção em Cuiabá, capital de Mato Grosso, que teria movimentado mais de R$ 500 milhões nos últimos anos. A empresa investigada de corrupção financiou toda a carreira política de Pedro Taques, desde que ele concorreu ao senado, e foi uma das maiores doadoras da sua campanha vitoriosa ao governo de MT.
Rabão super cabeludo!
TEMENDO PERDER MILIONÁRIOS ACERTOS EMPRESARIAIS COM O GOVERNO TAQUES, EDUARDO BOTELHO ARTICULA CONTRA  CASSAÇÃO DE MANDATO DO GOVERNADOR

 O pedido de impeachment do governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), está sob análise do presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (PSB), há mais uma semana, e a tendência é  que seja avacalhado, tripudiado e arquivado em tempo record. O documento foi protocolado na Casa de Leis por um advogado na sexta-feira (26/05) após  denúncia de grampos clandestinos envolvendo o Núcleo de Inteligência da PM. Agora, o pedido deve ser avaliado pela Procuradoria da ALMT. 
 Por meio de assessoria, Botelho, que é da base governista e tem acertos milionários com o governo Taques através do seu mega grupo empresarial, disse antecipadamente que  o pedido é inconsistente e que a aguarda a análise da Procuradoria para tomar uma decisão. No documento, que tem 50 páginas, o advogado argumenta que o governador cometeu improbidade administrativa, violando os incisos II, III e V do artigo 85 da Constituição Federal. No pedido, Edno afirma que, “em tese, o governador serviu-se ou omitiu-se diante da utilização de policiais militares em cargos de confiança para praticar abuso de poder”. O suposto esquema vigorou entre outubro de 2014 e agosto de 2015 e foi denunciado à Procuradoria-Geral da República pelo promotor de justiça Mauro Zaque, que foi secretário de Segurança Pública em 2015, na gestão de Taques.
VÁ DE RETRO!
GOVERNADOR REPUDIADO NO INTERIOR DE MATO GROSSO

Vaiado calorosamente em Rondonópolis, de onde teve que ser retirado de evento sob proteção policial, o chefe do executivo estadual sofre novo revés no Nortão. Com dez votos a favor, quatro contra e uma ausência, a Câmara de Vereadores de Sinop (MT) aprovou durante a sessão ordinária da segunda-feira (29/05), Moção de Repúdio ao ato do governador de Mato Grosso, Pedro Taques, pelo completo  abandono descaso com o setor de Saúde na região norte e em todo o estado. 
DELEGADA APONTA PRIMO "NOVELISTA" DO GOVERNADOR PEDRO TAQUES COMO "CABEÇA" DA "OPERAÇÃO GRAMPEADOR" QUE ESCANDALIZOU MT

Querendo não querendo, a delegada Alana Cardoso confessou que incluiu ilegalmente o nome da amante do ex-chefe da casa Civil, Paulo Taques,  (apontado por  outros envolvidos como principal mentor dos  "grampos" que escandalizaram o Estado) a pedido do mesmo. Primo do governador, Paulo elaborou uma versão fantasiosa de que a amante, a publicitária Tatiana Sangalli, estaria querendo assassinar seu primo, o governador do estado, Pedro Taques. Para fechar o enredo da história, Paulo disse que uma de suas assessoras estava de ‘conluio’ na trama. O primo do governador então mandou a delegada grampear ambas. Alana não se fez de rogada, e usou os instrumentos do estado para operar o crime de escuta. Ela inseriu os telefones da amante e da assessora de Paulo no bojo da operação Forti, de fevereiro de 2015, por meio do esquema conhecido como 'barriga de aluguel'. Além de mandar inserir nomes de desafetos políticos, Paulo agia criando versões fantasiosas de estórias para justificar seus crimes. Ele chegou a inventar que até um deputado estadual, Zeca Viana, queria matar o governador, e mandou abrir inclusive inquérito para investigar. Posteriormente o deputado descobriu que o pedido partiu da Casa Civil. Vários crimes de escutas ilegais foram praticados no estado a mando de Paulo Taques, usando o nome do governador, provável principal beneficiário das escutas clandestinas.
"ESPORA AFIADA?"
"GALINHO" BATE DE FRENTE COM PROCURADORA FEDERAL

O secretário de Estado de Cidades Wilson Santos (PSDB), popular "GALINHO",  acusou a procuradora Bianca Britto de Araújo, do Ministério Público Federal, de sonegar informações a respeito dos custos da retomada das obras do Veículo Leve sobre Trilhos. Durante entrevista concedida à Rádio Capital FM, na manhã da quinta-feira (01), ele afirmou que, diferentemente do que foi dito pela procuradora, o Ministério Público Estadual (MPE) apresentou um valor estimado para a obra do modal. “Para aqueles que achavam que R$ 922 milhões era um absurdo, temos finalmente em mãos um documento do Ministério Público Estadual, assinado pelo engenheiro civil Jonathan [Almeida Neri], ele que chefia o corpo técnico, que diz que realmente o valor é o que nós tínhamos acordado”, disse Wilson.
ACREDITE SE QUISER!
 KLEBER FALA EM NOME DO GOVERNADOR E NEGA ATRASO DE SALÁRIOS

 O Governo do Estado negou a possibilidade de atrasar o salário dos servidores neste mês de junho, em referência a maio. De acordo com Kleber Lima, secretário de Comunicação, o Poder Executivo honrará com a folha de pagamento até o dia 10 de junho conforme a Constituição Estadual.
PREOCUPADO COM SEU "RABÃO CABELUDO" PRESIDENTE DA AL-MT,  EDUARDO BOTELHO,  TEME POR "GRAMPOS" DA FAMÍLIA TAQUES

 Mais enrolado que bombril em trambiques das suas várias empresas com o governo estadual, prefeituras e  órgãos federais, o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), revelou na sexta-feira (2) que passou uma lista com telefones de todos os deputados estaduais ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). Botelho quer saber se mais algum parlamentar, além da deputada Janaina Riva (PMDB), teve os telefones interceptados clandestinamente pela Polícia Militar, no esquema "barriga de aluguel", durante os anos de 2014 e 2015. Além de Janaina, outros políticos, advogados, empresários e jornalistas tiveram os celulares "grampeados" numa mega operação que, segundo fontes confiáveis, teve o ex-Casa Civil Paulo Taques como mentor e o governador Paulo Taques como principal beneficiário das escutas clandestinas aos seus oponentes e até ex-esposa.
VEREADOR PISTOLEIRO QUE MATOU EMPRESÁRIO EM CUIABÁ SERÁ OUVIDO POR JUÍZA

 O pistoleiro e vereador de Juara , a 690 km de Cuiabá, Eraldo Francisco Alves (PR), o Markito, acusado de assassinar o empresário Jary Santana de Abreu, de 48 anos, em Cuiabá, em março de 2013, presta depoimento à 12ª Vara Criminal da capital, no dia 28 de julho. Além dele, a juíza Maria Aparecida Ferreira Fago deve ouvir cinco testemunhas de acusação, indicadas pelo Ministério Público. Segundo a denúncia do MP, Eraldo entrou no no escritório do empresário, no CPA 2, armado e atirou, supostamente a mando de alguém.  O empresário já havia sofrido duas tentativas de assassinato, ambas motivadas por terra.
MISSÃO IMPOSSÍVEL? 
==========
 DELEGADA TENTA SALVAR O PESCOÇO DE PAULO TAQUES 

 Em depoimento à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp/MT) a delegada Alana Cardoso para prestar esclarecimentos sobre as escutas telefônicas de que foram alvo duas mulheres, isentou de responsabilidade o ex-secretário da Casa Civil Paulo Taques. Uma das mulheres ‘grampeadas’ é a ex-amante de Paulo Taques, Tatiana Sangalli, e a outra, Caroline Mariano, sua ex-secretária. A delegada declarou que Paulo Taques pediu a investigação de uma suposta ameaça ao governador Pedro Taques e suspeitava que as duas mulheres estivessem em contato com o ex-bicheiro João Arcanjo, tramando contra sua vida, mas não pediu que fizessem escutas.
GOVERNADOR REVELA "BIRRA" COM O MINISTÉRIO PÚBLICO 

 O governador Pedro Taques (PSDB) confessou que foi o responsável por mandar cancelar a entrevista coletiva que seria dada logo após o Ministério Público Estadual e Federal divulgar relatório contrário ao acordo que permitia a retomada das obras do VLT, nesta semana. A coletiva seria dada pelo secretário de Cidades Wilson Santos (PSDB), o procurador-geral Rogério Gallo e o controlador-geral Ciro Gonçalves no final da tarde de quarta-feira (31). Eles anunciaram a entrevista logo após o MPF fazer o convite para a sua coletiva. Entretanto, minutos depois, por meio do Gabinete de Comunicação (Gcom), a coletiva do Governo foi cancelada. “Determinei à nossa equipe que não fizéssemos entrevista coletiva. O  MPE apresentou o relatório às 11h da manhã ao procurador do Estado [Rogério Gallo] e deu entrevista às 15h. Muito bom, isso é publicidade”. Destacou o governante.
PRESIDENTE DA AMM SONHANDO COM MAIS PODER

Neurilan Fraga (PSD), presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) articula sua indicação para a Secretaria de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf) do governo Taques. . Se aceito por Taques, esse teria que exonerar Suelme Fernandes (PSB). Aliados do executivo da AMM acreditam que Neurilan pacificaria a relação dos prefeitos com o governo.
JUÍZA DESCONFIA DE DELEGADO

 A juíza Selma Arruda, titular da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, disse que levantou uma suspeita contra o delegado Flávio Stringueta com relação à existência de grampos ilegais em sua jurisdição por “dever de ofício”. A declaração foi dada na manhã desta sexta-feira (2), em entrevista à Rádio Capital FM, quando questionada sobre o fato do delegado ter manifestado que a postura da magistrada foi “infeliz”. A suspeita foi levantada pela juíza em um ofício sigiloso e que acabou vazando, em que ela alertava a Corregedoria-geral da Justiça sobre a possibilidade de uma história ter sido inventada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), onde Flávio Stringueta era diretor, para dar legitimidade aos pedidos de interceptações telefônicas da publicitária Tatiana Sangali, apontada como ex-amante do ex-chefe da Casa Civil Paulo Taques e da amiga dela e ex-secretária de Taques, Caroline Mariano de Souza.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

PROMOTORA QUER SILVAL BARBOSA COMENDO "PÃO QUE O DIABO AMASSOU" POR 75 ANOS

A promotora do Ministério Público Estadual (MPE) e do Comitê de Recuperação de Ativos (CIRA) Ana Cristina Bardusco pediu à magistrada Selma Rosane Arruda, da Sétima Vara Criminal, a condenação do ex-governador do Estado Silval da Cunha Barbosa pelos crimes de formação de organização criminosa, concussão e lavagem de dinheiro na ação penal da “Operação Sodoma I e II”. Das penas previstas nas leis citadas no requerimento, a somatória, na pior das hipóteses, supera 75 anos de prisão, desconsiderando as agravantes e atenuantes da pena. O pedido de condenação foi feito no dia 17 de abril.
VAI NEGAR FOGO ANTONIO JOAQUIM??? 
Riva quer presidente do TCE como testemunha de defesa em ação por desvio de R$ 3,3 milhões

O ex-deputado estadual José Geraldo Riva arrolou como testemunha de defesa o atual presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Antonio Joaquim Moraes Rodrigues Neto, num processo na Sétima Vara Criminal de Cuiabá por suposto desvio de R$ 3,3 milhões. Trata-se de Ação Civil Pública de Ressarcimento de Danos ao Erário, Responsabilização por Ato de Improbidade Administrativa, ajuizada pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso em face de José Geraldo Riva, Humberto Melo Bosaipo, Guilherme da Costa Garcia, Luiz Eugênio de Godoy, Nivaldo de Araújo, Geraldo Lauro, Nasser Okde, José Quirino Pereira e Joel Quirino Pereira. Os nomes são réus por terem, em tese, desviado e se apropriado de recursos públicos do Poder Legislativo Estadual, por meio da emissão de cheques à empresa “fantasma” W. Z. Keteri & Cia Ltda., que foi contratada, por meio de licitação fictícia, para prestar serviços à Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, causando lesão ao erário no valor de R$ 3.379.273,33.
TRANQUILO QUANTO ÀS DENÚNCIAS DE SUPOSTAS NOVAS ROUBALHEIRAS ENVOLVENDO RETOMADA DAS OBRAS DO VLT, WILSON SANTOS GARANTE QUE TEM DORMIDO "FEITO PASSARINHO"

O secretário de Estado de Cidades, Wilson Santos (PSDB), parece não ter se importado tanto com o parecer emitido pelo Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF) e o Ministério Público Estadual (MPE) contrário ao acordo firmado entre o Governo Estado e Consórcio VLT para a retomada da obra. Mesmo havendo denúncias de um super faturamento superior R$ 120 milhões.    Isto porque, segundo ele, apesar dos apontamentos feitos pelos órgãos de controle, ambos chegaram ao entendimento de um custo bastante similar para a retomada do modal. Enquanto o Governo e consórcio fecharam acordo por R$ 922 milhões, MPE e MPF disseram, segundo Wilson, que o valor ideal será de R$ 920 milhões. “É uma diferença de 0,1%. Aqueles que achavam que os R$ 922 era um absurdo, agora temos finalmente em mãos um documento assinado pelo MPE, que diz que realmente o valor é o que havíamos acordado. Só isso já me dá um conforto. Dormi como um passarinho, nem foi mais como galinho. Foi um passarinho. Dormi tranquilo”, brincou ele, referindo-se a seu apelido de "galinho”, em razão de sua aparência franzina.
UMA AMANTE DE PAULO TAQUES, COMENDADOR JOÃO ARCANJO RIBEIRO E AMEAÇAS DE MORTE AO GOVERNADOR PEDRO TAQUES, NUMA TRAMA DIGNA DE HOLLYWOOD 

A denúncia de  ameaça contra a vida do governador Pedro Taques (PSDB) partiu do próprio primo Paulo Taques, ex-secretário e chefe da Casa Civil. A afirmação foi feita pela delegada Alana Cardoso, em depoimento em 26 de maio ao secretário estadual de Segurança Pública (Sesp), Rogers Jarbas. “Conforme a secretária-adjunta de Inteligência (Sai), o próprio secretário Paulo Taques havia relatado o fato e pedira providências para apuração”, diz trecho do documento.   Alana relata que em março de 2015 foi chamada para ir até a secretaria-adjunta de Inteligência pela então responsável da pasta, delegada Alessandra Saturnino. Segundo ela, Alessandra lhe informou que havia uma ameaça contra a vida do governador, e que precisava ser apurada pela Inteligência da maneira mais discreta possível, “dada a sensibilidade”, pois o secretário da Casa Civil tinha uma amante que estaria mantendo contato com o comendador João Arcanjo Ribeiro, e que possivelmente estaria tramando contra a vida de Taques. Alana diz que inclusive o próprio secretário teria pedido providências. A delegada afirma que devido a urgência dos fatos relatados, foram realizadas ações com agilidade e rapidez, e que neste período foram identificados dois números de telefones que pertenciam à amante , cujo o nome seria Tatiana Sangali Padilha, e o outro da secretária de Paulo Taques, Caroline Mariano dos Santos. “Que dada a urgência do fato, tinha a notícia de que a investigada estaria indo visitar João Arcanjo naqueles dias e que como não havia nenhum documento que pudesse subsidiar a instauração de uma medida cautelar, foi ponderada a possibilidade da inserção dos dois números na Operação Forti, cujo a prorrogação estava sendo promovida, até que pudéssemos instaurar um inquérito", diz trecho do depoimento.. Alana frisa que durante o período das investigações não houve nenhum áudio relevante e que depois se confirmou que não havia nenhuma ameaça contra a vida de Taques, ou contra o secretário da Casa Civil. 
"NHAPAÇÃO DESENFREADA" CONTINUA EM ALTA NO GOVERNO TAQUES 

 Operação Zaqueu, deflagrada pela delegacia fazendária há um mês (03/05) mostra o descaso do Palácio Paiaguás com o dinheiro público. A operação prendeu fiscais que davam desconto de até 99% a quem pagasse propina de 3% das multas aplicadas pela secretaria de Fazenda (Sefaz). A operação da Defaz não despertou interesse do governo sobre atuação de máfias no fisco que roubam dinheiro público em escala bilionária. Apenas na Operação Zaqueus se calcula o desvio de R$ 100 milhões.
EMPRESÁRIO "DEDO DURO" TEME SER MORTO A QUALQUER MOMENTO

 O empresário José Carlos Pena da Silva, apontado como  "DEDO DURO" e responsável pela gravação de um vídeo em que  Giovani Guizardi aparece recebendo propina, contou que o seu escritório foi depredado e que ele vem sofrendo represálias por ter decidido colaborar com a Justiça. Pena também explicou, durante audiência nesta quinta-feira (01), que vem sofrendo ameaças anônimas. Além dos ataques ao escritório, Pena também contou que já teve o carro atingido duas vezes por um veículo estranho, o que vez com que ele perdesse o controle da direção e saísse da estrada. A juíza Selma Arruda ouviu os relatos e pediu ao Gaeco celeridade na solução do problema. José Carlos é um dos empresários que aceitou colaborar com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) durante a Operação Rêmora.
MPE DE OLHO EM "TRAMBICÃO" NA GESTÃO  LUCIMAR CAMPOS

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou inquérito civil para apurar irregularidades no contrato de prestação de serviços entre a Prefeitura de Várzea Grande e a empresa Staf Sistemas Ltda. Conforme denúncia ao MP, após o encerramento do prazo de 180 dias, fixado no contrato 63/2015, firmado com dispensa de licitação em regime emergencial, o município requereu a antecipação da tutela com o fim manter   a  empresa e os serviços,  prorrogando o  contrato até a conclusão de outro processo licitatório, sem prazo previsto. Segundo o titular da Primeira Promotoria Cível de Várzea Grande, promotor Deosdete Cruz, a finalidade é adotar medidas investigativas de fatos que podem resultar em prejuízos ao patrimônio público.
WILSON REBATE MPF E MPE

O secretário de Estado de Cidades, Wilson Santos (PSDB), afirma que governo não pagará despesas para a retomada das obras do Veículos Leves sobre Trilhos (VLT), que não sejam devidamente comprovadas. Ele rebateu o Ministério Público Federal e Estadual que disse que haveria acordo firmado com o Consórcio para o Estado cobrir as despesas. Santos garantiu que estão errados e que para a secretaria, toda despesa tem que ser comprovada.
REPRESÁLIA GOVERNAMENTAL:  MÉDICO QUE CHOROU AO EXPOR ABANDONO E DESGRAÇA NA SAÚDE ESTADUAL PERDE O CARGO E TEM VIDA DEVASSADA

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) protocolou na tarde desta quinta-feira (01), na Controladoria Geral do Estado de Mato Grosso, um ofício pedindo a apuração de supostas irregularidades praticadas pelo médico Roberto Satoshi Yoshida, conforme matérias jornalísticas publicadas pela mídia. Servidor com vínculo na SES, no último dia 24 de maio Yoshida deixou a função de diretor-técnico do Hospital Regional de Sorriso. Além de receber salários do Estado (cerca de R$ 15 mil por mês), com a obrigação de cumprir jornada semanal de 40 horas, Yoshida mantinha contrato com o hospital para receber como diretor-técnico, função que não existe no organograma do hospital, e também como prestador de serviços de cirurgia geral por meio da empresa Roberto Satoshi Yoshida & Cia Ltda – ME. O documento, assinado pelo secretário de Estado de Saúde, Luiz Soares, e encaminhado ao Controlador-Geral , Ciro Rodolpho Gonçalves, solicita “a adoção de medidas necessárias para a instauração do Procedimento pertinente, no intuito de apurar responsabilidades do Servidor. Sr. Roberto Satoshi Yoshida e diretores/interventores das unidades hospitalares caso tenham sido praticado atos de irregularidades nos fatos apresentados”. Cópias do documento serão encaminhadas ao Ministério Público de Mato Grosso, à Promotoria de Justiça em Sorriso, ao Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso e ao Conselho Regional de Medicina em Mato Grosso (CRM-MT).
ESCÂNDALO FAMÍLIA TAQUES
=========
GOVERNADOR NÃO TEM PEITO PARA  DEMITIR CORONEL QUE SÓ CUMPRIA ORDENS


O governador Pedro Taques descartou demitir o coronel da Polícia Militar, Airton Benedito Siqueira Júnior, do cargo de secretário de Justiça e Direitos Humanos. Siqueira foi apontado pela 3ª sargento Andréa Pereira de Moura Cardoso como o superior que deu a ela ordens para atuar no esquema de interceptações telefônicas clandestinas contra autoridades, políticos jornalistas, médicos e empresários. Detalhe cruel: Os militares só cumpriam ordens superiores. Fontes apontam o ex-secretário Paulo Taques  (Casa Civil)como comandante supremo da "Operação Escuta",  e tudo com  a conivência e "benção" do governador.
FILHO DE DEPUTADO LUTANDO CONTRA A MORTE

Apesar de continuar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital de Cuiabá, Anacleto Giradelli Bezerra, filho do deputado estadual Oscar Bezerra (PSB) vem apresentando melhoras no seu quadro de saúde. O rapaz de 27 anos sofreu um grave acidente no final de semana passada. Ele bateu seu carro contra um poste na entrada do viaduto do Despraiado, na avenida Miguel Sutil, na capital.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

EX-SECRETÁRIO PAULO TAQUES PODE SER PRESO A QUALQUER HORA POR CAPITANEAR "OPERAÇÃO GRAMPOS"

 Cada vez mais sombrio, o esquema de escutas ilegais que colocou em polvorosa os bastidores políticos do Estado, tem vivido novos capítulos praticamente a cada dia. E se a população já se surpreendeu com muitas revelações até aqui, deve se preparar para o que está por vir. Fonte ligada ao caso garante que até o fim desta semana haverá novidades e de grandes proporções num inquérito que está nas mãos do desembargador Orlando Perri. "Dentre outros figurões envolvidos no dantesco episódio, é grande a possibilidade do ex-titular da Casa Civil, Paulo Taques, vir a ser preso, após novas revelações sobre os verdadeiros CAPITÃES DA OPERAÇÃO GRAMPO, originária no interior do Palácio Paiaguás", completou o informante.
CALOTE DO GOVERNO PEDRO TAQUES PODE PARALISAR HOSPITAIS CUIABANOS

 O vereador Felipe Wellaton (PV) realizou, no dia 29 de maio, uma série de visitas aos hospitais filantrópicos de Cuiabá – Santa Casa, Santa Helena e Hospital Geral Universitário - com a finalidade de conhecer as reais dificuldades que essas unidades de saúde vêm enfrentando por causa de atrasos nos repasses mensais do Governo. Por conta disso, já existe até o risco de paralisação dos trabalhos. Essas unidades hospitalares estão protestando constantemente contra os atrasos nos repasses da verba do Governo Estadual, pois são esses recursos que cobrem os maiores custos dos serviços. A Santa Casa de Cuiabá registra um montante de cerca de R$ 4 milhões em atraso. Desse total, a UTI contabiliza R$ 595 mil referentes a março e R$ 610 mil, de abril. Já o Santa Helena mostra um rombo de mais de R$ 1,4 milhão somando as UTIs adulto e neonatal. O HGU entra na lista de atrasos com R$ 585 mil, também de serviços de UTI. Wellaton considera esse o maior problema, pois “são valores altos e as UTIs não podem parar, porque os tratamentos realizados ali são muito importantes. Mas, além disso, existe outra preocupação que é a defasagem na tabela SUS. O Governo fazia um complemento de valores, mas desde março essa medida já não vem sendo adotada, o que tem gerado um grande problema para as finanças dos hospitais”.
HOJE TRATADO FEITO LEPROSO, RIVA FAZ MUITA FALTA A MATO GROSSO
(Por  Ely Santantonio)
São pucos os amigos fiéis que hoje se arriscam a visitar o ex-deputado José Riva.  Temem comprometimento, temem  até que ele peça "algum" emprestado. Homem de caráter, sempre leal aos amigos e piedoso com os inimigos, hoje é tratado feito carniça, erva daninha, leproso ou coisa pior. Segundo fonte do Cacetão, ele que vivia rodeado de pessoas das mais diversas camadas, sem também nunca deixar de atender um só telefonema, vive esquecido, isolado, recebendo pouquíssimas ligações, assim mesmo sendo a maioria de seus familiares. Com todos os defeitos que possa ter, suas virtudes são maiores, e José Riva fez muito por Mato Grosso, levando obras, progresso, benefícios ao interior do Estado, com suas poderosas interferências juntos aos governos estadual e federal. Faz falta na política, faz falta aos mato-grossenses que conhecem a fundo seu trabalho. 
LUCIMAR INVESTIGADA E PROCESSADA POR TORRAR DINHEIRO EM VG... PODE SER CASSADA! 

 Denunciada pela “Coligação Mudança com Segurança”, alegando que a então candidata a prefeitura de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), teria extrapolado os limites de gastos com publicidades no primeiro semestre de 2016, o juiz Carlos José Rondon Luz, responsável para julgar a ação, realizou no dia 19 passado a última audiência e declarou encerrada a instrução processual, devendo as partes apresentarem suas alegações finais na forma de memoriais no prazo comum de 2 dias, a contar do último dia 23, fato já ocorrido. O Ministério Público Eleitoral se manifestou pela cassação da chapa Lucimar/Hasama. O magistrado deverá proferir sentença nos próximos dias.
NEURILAN "NHAPANDO" NA ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS???

 O Ministério Público Estadual (MPE) abriu inquérito civil para investigar o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga (PSD), que, segundo denúncias encaminhadas ao MP, estaria superfaturando compras de materiais a serem utilizados na reforma do prédio da sede da AMM, iniciada em 2015. No pedido, o promotor de justiça Célio Fúrio pede que Neurilan seja notificado e apresente esclarecimentos a respeito dos fatos em até 10 dias a partir da notificação. O documento ainda solicita informações das prestações de contas da entidade nos anos de 2015 e 2016.
MAIS UM CAPÍTULO DA VIDA INFERNAL DO EX-GOVERNADOR SILVAL BARBOSA 

 O novo interrogatório do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), preso desde setembro de 2015, no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), acusado de liderar um esquema de desvio de recursos públicos, foi agendado pela juíza da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, Selma Arruda, para o próximo dia 13. A decisão da magistrada foi publicada nesta quarta-feira (31.05), atendendo pedido da nova defesa de Silval, que assumiu o caso em abril deste ano, após os advogados que defendiam o peemedebista terem renunciado ao processo. Conforme a decisão, o novo interrogatório do ex-governador é referente à ação penal, oriundo da Operação Sodoma I, deflagrada em 2015, que apura a concessão fraudulenta de incentivos fiscais a empresas privadas, por meio do Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Prodeic). O advogado Délio Fortes Lins, responsável pela defesa de Silval Barbosa, justificou no pedido, que o novo depoimento é necessário diante da nova postura de seu cliente, em querer assumir responsabilidade pelos delitos cometidos.
TRABALHANDO CONTRA OU A FAVOR DE CUIABÁ E VG???
MPF e MP emitem parecer contra acordo judicial para retomadas das obras do VLT 

 O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público Estadual (MPE) emitiram parecer contrário à adesão à “minuta de acordo de autocomposição destinado à retomada das obras de implantação do modal de transporte veículo leve sobre trilhos”, apresentado pelo governo do Estado e pelo Consórcio-VLT. De acordo com o MPF, o documento foi submetido à análise por parte do corpo pericial das duas instituições e também pela Controladoria Geral da União (CGU), com a finalidade de subsidiar a manifestação quanto as aspectos técnicos da referida minuta, que também foi analisada em seus aspectos legais/jurídicos. A procuradora da República, Bianca Britto de Araújo explicou que os peritos analisaram a minuta do acordo que foi apresentada, os resultados da consultoria da KPMG – contratada pelo Estado para realizar uma auditoria sobre a execução das obras do VLT a fim de se decidir pela continuidade ou não do modal pelo Consórcio – e os relatórios anteriores do próprio Estado, e encontraram inconsistências.
ÉDER MORAES E O RECOMEÇO DE UMA "VIDA DE CÃO"

 Juiz Jefferson Schneider, no último dia 24/05, condenou o ex-secretário de Estado, Éder Moraes, a 10 anos e 8 meses de prisão por crime de corrupção passiva qualificada. Nesta ação originada de um dos vários inquéritos da Ararath, Eder é acusado de receber propina para conceder incentivos fiscais. O ex-secretário terá que pagar multa de R$ 12 milhões, junto com os advogados Kleber Tocantins Matos e Alex Tocantins Matos, condenados a 14 anos de prisão.
JOSÉ RIVA FERRADO NAS GARRAS DE JUÍZA "AMIGA DA IMPRENSA"

 A mão pesada da juíza Selma Arruda com José Riva surpreendeu muita gente. Depois que Riva começou a abrir seu coração para a magistrada, a impressão era que a juíza iria pegar mais leve com o ex-deputado arrependido. Apontada como "amiga da imprensa", Selma condenou Riva a 22 anos de cadeia por desviar R$ 4,2 milhões da Assembleia Legislativa por meio de uma empresa de fachada, a Prospecto Publicidade. Segundo os autos, foram feitos 87 pagamentos irregulares com cheques da Assembleia Legislativa, entre junho de 2000 e novembro de 2002. O valor atualizado da causa chegaria a quase R$ 11 milhões.
FRANÇA ACUSA VICE GOVERNADOR DE TRABALHAR CONTRA MATO GROSSO 

 O comunicador e político experiente de Mato Grosso, Roberto França, criticou duramente o vice-governador Carlos Fávaro em seu programa televisivo Resumo do Dia, na noite de segunda-feira (29). Ele acusou Fávaro de trabalhar contra Mato Grosso, ignorando orientação do governador Pedro Taques no que se refere a busca de saídas para socorrer a saúde pública do Estado. França se referiu à possibilidade de remanejar recursos do Fethab emergencialmente para "tapar o buraco" do setor. Segundo ele, Fávaro se coloca contrário à proposta porque "defende a classe empresarial do agronegócio e coloca seus interesses pessoais acima dos interesses de MT". França, bastante exaltado, cobrou uma postura mais firme de Taques em relação ao problema e disparou: "Que p..de vice-governador é esse?".

terça-feira, 25 de abril de 2017

VEREADOR CUIABANO DISPOSTO A TORRAR AS MÃOS POR PEDRO TAQUES 
“Coloco minhas mãos no fogo...Desafio qualquer pessoa que cite algum fato que desabone a postura do governador Pedro Taques”, disse o primeiro vice-presidente da Câmara de Vereadores de Cuiabá, Renivaldo Nascimento do PSDB, mesmo partido do governador. As declarações do vereador ocorreram, na ultima quinta-feira (20), no legislativo em Cuiabá, discursar contra críticas e opositores do governo.  “As pessoas estão observando o governador que realmente tem trabalhado por Mato Grosso com honestidade e compromisso”, afirmou o parlamentar.
PEDRO TAQUES CORRE DA IMPRENSA 

 Desgastado, o governador Pedro Taques (PSDB), tem fugido da imprensa em eventos públicos. Dessa vez, o chefe do governo do Estado, esteve presente na posso do novo presidente e corregedor-eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral, desembargadores Márcio Vidal e Pedro Sakamoto. Vários veículos de comunicação estiveram presente ao evento, por sua vez Taques, se esquivou da imprensa.
TCE X PEDRO TAQUES
Governador reage e afirma que TCE é usado como poleiro político por Antonio Joaquim 

 O governador Pedro Taques (PDSB) afirmou que o Tribunal de Contas do Estado está servindo de trampolim eleitoral para o presidente do órgão fiscalizador Antônio Joaquim. Por meio de um texto, postado em um grupo de Whatsapp pelo próprio governador, o tucano fala que o TCE está “se permitindo rebaixar mais uma vez” com essa situação - numa referência ao anuncio de ação judicial do Tribunal contra o Executivo estadual. “A primeira vez aconteceu quando permitiu as negociatas de venda de vagas, antes veladas e agora reveladas por denúncias que pipocam a todo lado. Ali teve de tudo para ocupar vaga, até conselheiro hereditário”, criticou em menção a indicação de Domingos Neto na vaga do pai Ari Leite de Campos e às investigações de que resultaram no afastamento de Sérgio Ricardo do cargo de conselheiro por ser investigado por suposta compra da vaga, que antes era ocupada por Alencar Soares. Governador Pedro Taques durante um dos encontros com o presidente do TCE Antonio Joaquim A segunda vez que o Tribunal teria se rebaixado, na visão de Taques, “foi quando permitiu que todas as negociatas do Governo Silval Barbosa (antes supostas e agora expostas) acontecessem embaixo das suas barbas, seja por conivência ou por incompetência”.
DELAÇÃO PREMIADA DE MALOUF PODE COMPLICAR AINDA MAIS PEDRO TAQUES 

 Nos próximos dias Alan Malouf deve entregar mais PODRIDÕES em sua delação premiada, em negociação com o Ministério Público do Mato Grosso — e com a PGR. O empresário admite ter recebido fortuna em   dinheiro vivo de um esquema de fraude na Secretaria de Educação, em que empresários com contratos na pasta repassavam para políticos e funcionários públicos parte do dinheiro que recebiam. Valor pago ao mesmo, era uma maneira de ele reaver os recursos que doou, por caixa dois, à campanha de Pedro Taques em 2014. Em depoimento, acabou configurando a participação de Taques um pouco mais, porque outro empresário com participação no esquema, Giovani Guizardi, relatou a mesma situação em sua delação premiada.

 Trecho do depoimento de Malouf: "(...) que, logo após a prisão de Giovani e após se inteirar dos detalhes, ligou os fatos da prisão de Giovani aos negócios ilícitos na Secretaria de Educação; que ficou muito preocupado com a prisão e se direcionou a conversar com o governador Pedro Taques, oportunidade em que teria enviado uma mensagem ao governador e este indicou que comparecesse no palácio; que, no palácio, encontrou-se com o governador Pedro Taques e Paulo Taques (primo do governador e secretário da Casa Civil), e disse aos mesmos que Giovani Guizardi teria dado apoio econômico à campanha no valor de R$ 200 mil sem declaração oficial, o que era de conhecimento do governador e de Paulo Taques, e relatou também a ambos que havia recebido uma devolução de valores de Giovani, oriundo do esquema que estava sendo descoberto na operação, que o interrogando se recorda que tanto o governador quanto o secretário de Estado disseram que 'iriam dar um jeito de resolver' (...)".
GOVERNADOR AGRESSIVO APÓS SER CRITICADO POR PRESIDENTE DO TCE

 O vice ministro da saúde, Rodrigo Rodrigues, comprou a briga do conselheiro Antônio Joaquim com o Governador Pedro Taques, e resolveu partir para a ofensiva. Rodrigues, que cultiva uma desavença histórica com Taques, lamentou o nível da resposta dada pelo governador ao ficar sabendo que a Sefaz vai ser investigada pelo TCE. "Aí tem, a reação foi muito desproporcional, agora sim tem que ir a fundo!". Rodrigues disse que todos estão abismados com a reação do governador. "Isso é típico de quem foi pego no pulo. Uma de suas promessas de campanha foi a "transparência". Se não me falha a memória criou até uma secretaria com essa finalidade. O governador passou tanto recibo, desequilibrado, que partiu pra ofensas e baixarias contra a instituição TCE, numa ação descontrolada de tentar tirar a credibilidade e a legitimidade da instituição. Lamentável quando um governante se comporta como um mero barraqueiro dono de bulicho!", dispara. Já o Secretário Geral do Partido Progressista (PP), Euzébio Diniz, questionou o porque do governador baixar tanto o nível, de forma chula e agressiva. Para o dirigente, Taques está tentando justificar o 'ato criminoso' de esconder ou camuflar dados a respeito da arrecadação do estado. "Na verdade o gestor deveria ter dado publicidade e mostrar pra sociedade os números tão bem escondidos nos porões da sefaz", Lamenta Diniz.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Governador fica mudo ao ser repudiado por vereadores e população  interiorana em decorrência de abandono e calotes aplicados na região

Resultado de imagem para charge abandono
O governador Pedro Taques (PSDB) decidiu não se pronunciar sobre a moção de repúdio contra ele aprovada pela Câmara de Sorriso, na segunda-feira (20), para mostrar a indignação do município com o que eles consideraram "descaso" total com a região do Nortão, com grande destaque para a saúde local. Dos 10 parlamentares, oito votaram a favor à moção pelo não cumprimento do governador com o repasse de recursos financeiros ao Hospital Regional de Sorriso, conforme acordado no último dia 21 de fevereiro, além das mortes e sequelas causadas em pacientes em razão da falta de insumos e atendimentos como os quatros fetos que morreram na unidade. Os vereadores ainda repudiam Taques pela "forma ríspida e prepotente que recebeu e tratou as mais de 150 lideranças (da Região de abrangência do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Teles Pires) na reunião do dia 21". A moção de repúdio foi assinada pelos vereadores Dirceu Zanatta (PMDB), Maurício Gomes (PSB), Professora Marisa (PTB), Professora Silvana (PTB), Fábio Gavasso (PSB), Bruno Delgado (PMB), Cláudio Oliveira (PR) e Damiani da TV (PSC). Já Toco Baggio (PSDB), Acácio Ambrosini (PSC) e Marlon Zanella (PMDB) se abstiveram de votar. Conforme a Câmara de Sorriso, o governo havia se comprometido de repassar imediatamente os repasses atrasados. No dia 21, o então secretário de Saúde, João Batista, informou que o Governo pagou R$ 3,98 milhões do repasse de outubro e que no dia 2 de março, o Estado iria depositar R$ 8 milhões referentes a repasses de novembro e dezembro, mas o pagamento ainda não foi realizado, o que gerou a revolta dos vereadores da região.
SECRETÁRIA AFASTADA AO CONTRARIAR "GANG" NO COMANDO DA PREFEITURA DE CUIABÁ
Resultado de imagem para CHARGE BANDIDOSA secretária de Educação de Cuiabá, Mabel Strobel, pode ter sido afastada do cargo por se recusar a seguir algumas determinações do "núcleo duro" do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), aquele grupelho que comanda com mãos de ferros os "acertos", "propinodutos" e outros trambiques mil na pestilenta gestão de "Mané Pinheiro" em Cuiabá. Segundo apurou o site MidiaNews, Mabel teria questionado alguns pagamentos milionários de prestação de serviços, um deles de R$ 4 milhões, e se recusado a fazê-los. Ela também teria causado empecilho em relação ao direcionamento de um processo licitatório na ordem de R$ 50 milhões, para contratação de empreiteiras para reforma das escolas e creches municipais.
DELAÇÃO DE SILVAL BARBOSA PODE SEPULTAR CARREIRA DE BLAIRO MAGGI  AO EXPOR "ESQUEMAS" HERDADOS NO PAIAGUÁS
Resultado de imagem para SILVAL BARBOSA E BLAIRO MAGGI
Infelizmente, a coisa vai empretecer para o lado do ex-governador Blairo Maggi. Além de fechar um acordo de delação premiada  com o MPE, seu sucessor, Silval Barbosa,  também trata de uma PRECIOSA colaboração  junto a Procuradoria Geral da República. Nos bastidores, comenta-se que ele terá como "alvo predileto" o atual ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi (PP), de quem foi vice e herdou o Palácio Paiaguás com uma série de compromissos para serem cumpridos, incluindo acertos com poderosos grupos nacionais, envolvidos na Lava Jato, e que virou-lhe as costas após cair em desgraça. Em desabafos no "Carumbé", Silval Barbosa não tem escondido sua mágoa e decepção total com o homem que praticamente o abrigou a manter "esquemas" no Palácio Paiaguás. Além de Maggi, Silval deve comprometer outros poderes. Um deles será a Assembleia Legislativa.
GOVERNADOR PRESENTEIA PRESIDENTE COM CARNE "BATIZADA"?
 =============
 TEMER DESTINOU "PRESENTE DE GREGO" A CROCODILOS DA FAZENDA DE UM AMIGO
Resultado de imagem para CHARGE CROCODILO
 O fato tá causando "babafás" em Brasília. Durante reunião na terça-feira (21) no Palácio do Planalto, o governador Pedro Taques (PSDB) presenteou o presidente da República Michel Temer (PMDB) com cortes de carnes nobres produzidas em Mato Grosso da marca celeiro... Por precaução, segundo fonte do Cacetão, Temer mandou que guardassem o "presente" num freezer, para posteriormente usar como alimento para crocodilos criados na fazenda de um amigo, no interior de São Paulo. Comer? Jamais!
ACREDITE SE QUIZER
 ============
 BLAIRO NEGA RECEBIMENTO DE PROPINAS 
Resultado de imagem para CHARGE GRANA
Todos levaram, menos ele?... O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi (PP), utilizou seu perfil na rede social Instagram para negar veementemente que seu nome tenha sido citado nas delações da Odebrecht, por recebimento de propinas quando governador de MT, ajuda para Caixa II, etc., etc.,....., o que teria motivado pedido de abertura de inquérito pelo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot.

segunda-feira, 13 de março de 2017

SILVAL BARBOSA LEMBRADO COMO "PAI" PARA O FUNCIONALISMO PÚBLICO
 ============
 TAQUES CITADO COMO "PADASTRO, CRUEL, ESPANCADOR E ENDEMONIADO"
Resultado de imagem para PAI ESPANCADOR
 O deputado estadual Romoaldo Júnior (PMDB) afirmou que o ex-governador Silval Barbosa (PMDB), que está preso sob as acusações de diversos crimes contra os cofres públicos estaduais, foi um “pai” para os servidores públicos de Mato Grosso. O parlamentar ainda enfatizou que o governador Pedro Taques (PSDB) é o responsável pelas dificuldades encontradas pelo funcionalismo público do Estado. De acordo com o peemedebista, o ex-governador sempre se preocupou em conceder melhorias aos servidores estaduais. "Acho que o governador Silval foi um grande pai para o funcionalismo público de Mato Grosso. Desde o primeiro momento de sua posse, ele fez tudo para rever as tabelas e a questão da RGA de todos os servidores. Havia categoria, como a saúde, que há 12 anos não tinha realinhamento da sua tabela”, disse, na manhã desta segunda-feira (13), em entrevista à rádio Capital FM. Um ouvinte, por telefone, classificou o governador Pedro Taques como sendo um "padastro, cruel, espancador e endemoniado. Já usou a PM para bater na gente". Concluiu, dando a entender que se tratava de um servidor estadual.
ENFERMEIRA MORRE EM "ESTRADA INFERNAL" DE PEDRO TAQUES 

Resultado de imagem para charge  rodovia  infernal
 Tudo abandonado ABANDONADO pelo governo Pedro Taques. Verdadeiro Inferno. Muitos buracos, valetas e pontes caindo aos pedaços... A técnica de enfermagem Elenil Nunes de Souza, 31 anos, morreu nesse domingo (12.03) vítima de um acidente envolvendo uma motocicleta e uma caminhonete na rodovia da Transpantaneira, entre Poconé e Porto Jofre. e acordo com informações, a vítima e o homem, identificado Benedito Bosco de Arruda, 38 anos, trafegavam em uma motocicleta pela rodovia quando ao desviar de um buraco colidiram com uma caminhonete, modelo Toyota Hilux. Uma equipe médica esteve no local e socorreu Benedito e Elenil Nunes, e os encaminharam até o Ponto Atendimento Médico (PAM) de Poconé. Porém, ao chegar na unidade a técnica de enfermagem faleceu. O motorista da caminhonete, morador de Campo Grande (Mato Grosso do Sul), sofreu apenas ferimentos leves.