Contador de visitas

sábado, 21 de outubro de 2017

JOGO SUJO!
MILITAR REVELA EM DETALHES COMO A  FAMÍLIA TAQUES MONTOU "CENTRAL DE GRAMPOS" PARA GANHAR ELEIÇÃO A GOVERNADOR EM 2014 E CONTINUAR ESPIONANDO ADVERSÁRIOS POLÍTICOS EM MATO GROSSO

CABO GERSON, HOJE SOB PROTEÇÃO DA JUSTIÇA, CORRENDO RISCO DE SER ELIMINADO POR SE TRATAR DE "TESTEMUNHA CHAVE" NO CASO "GRAMPOLÂNDIA PANTANEIRA"

FONTE: NOTÍCIAS DO NORTÃO/MÍDIANEWS

O cabo PM Gérson Correa – réu na ação penal que apura o esquema de grampos ilegais operado em Mato Grosso - afirmou que um encontro realizado no restaurante Reserva, na estrada de Chapada dos Guimarães (65 km de Cuiabá), “selou” o pagamento de apoio de R$ 50 mil para bancar o início da chamada “grampolândia” em 2014. Segundo o militar, participaram da tratativa ele e os ex-secretários de Estado Paulo Taques (Casa Civil) e Evandro Lesco (Casa Militar), que naquela época ainda não exerciam qualquer cargo no Governo. Todos estão presos acusados de integrar o esquema. “Montei um projeto onde relatei as necessidades tecnológicas e também da parte de hardware (computadores, disposição das salas, policias, fones de ouvido, entre outros utensílios) a serem utilizados para implementar a interceptação telefônica”, disse o cabo em seu interrogatório. "Foi assim que eu e o coronel Lesco nos dirigimos até um restaurante na estrada de Chapada, de nome Reserva. Lá encontramos com essa pessoa que iria arcar com essas despesas, que era o senhor Paulo Taques  (representando outra pessoa, que, logo no primeiro encontro o  cabo saberia ser o então candidato a governador pelo PDT, Pedro Taques. Daí a razão de escutas em adversários políticos em plena campanha eleitoral). O projeto foi levado ao ex-comandante da Polícia Militar, coronel Zaqueu Barbosa, em setembro de 2014, em plena campanha eleitoral. Na sequência, Gerson disse que teria sido comunicado pelo coronel Lesco que eles se reuniriam com uma pessoa que bancaria as despesas. “Foi assim que eu e o coronel Lesco nos dirigimos até um restaurante na estrada de Chapada, de nome Reserva. Lá encontramos com essa pessoa que iria arcar com essas despesas, que era o senhor Paulo Taques”, afirmou Gerson. As afirmações constam em interrogatório prestado à Polícia Civil, na última segunda-feira (16). Na ocasião, ele afirmou ao delegado Flavio Stringueta que tinha o interesse em colaborar com as investigações e detalhou fatos relativos aos grampos ilegais.

“Limpeza na PM”

O militar afirmou que entrou no esquema por volta do mês de agosto de 2014, quando foi chamado pelo coronel Zaqueu Barbosa para iniciar um “projeto de limpeza” na Polícia Militar. “Ele me telefonou, pediu uma conversa particular. Fui até o comando-geral e conversei com ele pessoalmente. Nessa ocasião, ele me disse que estava com a intenção de iniciar um plano de limpeza de policias com desvio de conduta, notadamente na região de Cáceres. De pronto me coloquei à disposição”, disse o cabo. Gérson contou que, ao aceitar a missão, passou a ter contato via-email com a empresa responsável pelo sistema Wytron (usado para realização de escutas), cuja sede é em Minas Gerais. O objetivo era saber os custos para desenvolver os grampos. “Tivemos retorno da empresa que teriam alguns custos para adquirir o ‘hardlook’ que é estilo um pen drive, de liberação do software. Em relação às placas, a empresa deu a resposta que era uma placa de 16 canais fixos e 16 canais móveis, totalizando 32 canais para redirecionamento de desvio das operadoras de telefonia para a plataforma”, explicou o militar. Ele (Paulo Taques) demonstrou que sabia da plataforma, perguntou alguns detalhes técnicos como funcionaria e eu respondi. Também nessa data é que eu, particularmente, tomei conhecimento que essa plataforma seria também utilizada para conotação política “Tão logo, tivemos alguns obstáculos, que foram obstáculos financeiros para aquisição desse hardlooks. Nessa ocasião mantive contato com o coronel Zaqueu e fiz a descrição do projeto”, completou. Segundo Gérson, até então ele tinha conhecimento de que as escutas teriam o objetivo de fato de realizar serviços de “limpeza” na PM.

  “Interesses políticos”

Segundo Gerson, somente no encontro realizado no restaurante em Chapada dos Guimaraes é que ele entendeu que as escutas seriam utilizadas também para fins políticos. “Era 2014, se não me engano, o Paulo Taques era um dos organizadores ou chefe da campanha do então candidato ao Governo, Pedro Taques. Naquela tarde que nos encontramos no restaurante - eu o coronel Lesco e o senhor Paulo Taques - explanamos a ele esse projeto”, afirmou o militar. “Ele demonstrou que sabia da plataforma, perguntou alguns detalhes técnicos como funcionaria e eu respondi. Também nessa data é que eu, particularmente, tomei conhecimento que essa plataforma seria também utilizada para conotação política, alguns interesses políticos”, disse.  Ainda conforme o cabo Gerson Correa, passado um tempo do encontro no restaurante, parte dos R$ 50 mil lhe foi entregue pelo coronel Lesco. Ele e Lesco teriam ido buscar o dinheiro em um escritório localizado no Bairro Consil, em Cuiabá. “Me recordo que foi no mês de setembro, eu e coronel Lesco fomos até um escritório. Nessa ocasião, o coronel Lesco adentrou nessa residência e veio de lá com montante de R$ 50 mil que foi repassado pelo senhor Paulo Taques”, disse. Segundo ele, Lesco lhe repassou cerca de R$ 13 mil e guardou o valor restante para “futura demanda financeira”.
HOMEM MORRE ESTRANGULADO POR "ANACONDA" DE ESTIMAÇÃO


Inglaterra - Um inglês de 31 anos foi encontrado morto em sua casa, Hampshire (Inglaterra), a poucos metros de distância de sua píton de estimação, de 8 metros. Dan Brandon estava acostumado a lidar com cobras e tinha uma coleção de animais exóticos. Autoridades suspeitam que a causa da morte seja estrangulamento , provocada pela píton, e afirmam que o rapaz sofreu “lesões graves”. .
RUBINHO MORRE EM TROCA DE TIROS 

 No último capítulo da novela "A Força do Querer", em uma troca de tiros no Morro do Beco, Rubinho (Emílio Dantas) acaba levando a pior. Jeiza (Paolla Oliveira) convoca sua equipe para uma operação policial no local e, ao chegar lá, dá de cara com o bandido já sem vida. “Está morto!”, anuncia a major. Quem matou? O parceiro Sabiá, que ficou sabendo da intenção do bandido de assumir o controle do morro e se tornar o novo chefão em seu lugar.

PIORES QUE URUBU!
EX-GOVERNADOR SILVAL BARBOSA DESABAFA CONTRA  DEPUTADOS TRAIDORES, CORRUPTOS, VENDILHÕES E MAL AGRADECIDOS QUE "MAMARAM" NO SEU GOVERNO E DEPOIS O ABANDONARAM, PASSANDO A ESTORQUIR DINHEIRO QUANDO JÁ ESTAVA PRESO
FONTE: NOTÍCIAS DO NORTÃO/FOLHAMAX


Em conversa com o senador José Aparecido dos Santos (PR), ocorrida no Centro de Custódia de Cuiabá, o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) reclama dos deputados estaduais que deram sustentação a sua gestão, entre 2010 e 2014. Segundo ele, praticamente todos que pertenciam a sua base na Assembleia o abandonaram.
O diálogo foi gravado pelo ex-governador e entregue em seu acordo de colaboração premiada. Ele está contido no apenso 6 do inquérito n° 4596 que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).
O diálogo aconteceu no dia 22 de abril deste ano quando Cidinho fez uma visita a Silval no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC). Em agosto, veio a tona trecho da gravação onde o republicano afirmava que o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e o governador Pedro Taques (PSDB) estariam articulando para anular a “Operação Ararath” em Brasília.
Em nota na época em a gravação veio a tona, pela delação premiada, Cidinho afirmou ter ido ao presídio em solidariedade a Barbosa, por serem amigos há muitos anos.
Em um dos trechos da conversa, Silval se queixa dos aliados que tinha na Assembleia Legislativa. Segundo ele, os deputados não fizeram esforços para impedir a instauração da CPI das Obras da Copa do Mundo, que detectou desvios milionários na gestão do peemedebista. 
Ele chega a questionar se foi tão “canalha” ao ponto de ter sido esquecido. “Não é possível, cara. Ajudei todo mundo”, reclamou o ex-governador.
Cidinho demonstrou compreensão com a mágoa do ex-chefe do executivo. “Mas eu não vou te abandonar não”.
Veja transcrição do diálogo:
Silval Barbosa: Fui abandonado porque, por exemplo, começou a abrir as coisas, o governo tinha compromisso. Se oito deputados, seis deputados, segura a CPI na Assembleia ou que dava para segurar, mas pelo contrário, toda nossa bancada ainda fizeram parte da comissão. Isso potencializou a justiça, tanto o MP. P... tá todo mundo cagando e andando, f... ele duma vez.
Cidinho: Todo mundo se acertou... (incompreensível).
Silval Barbosa: Esqueceram de mim ... aí, pô, e eu falava “pelo amor de Deus gente, não é possível, será que fui tão canalha assim?” Não é possível, cara. Ajudei todo mundo.
Cidinho: Mas eu não vou te abandonar não.

No final do encontro, o senador tenta acalmar o ex-governador e diz  que em breve ambos estariam rir de tudo tomando um vinho.
Cidinho: Daqui a uns dias nós vamos estar juntos tomando um vinho e....
Silval Barbosa: Isso
Cidinho: Só dando risada do passado (incompreensível).
Silval Barbosa: Manda um abraço pro BLAIRO.
Cidinho: Deus sabe o que está fazendo, você é uma pessoa do bem, sempre...
Silval Barbosa: Manda um abraço (incompreensível) uma hora passa, não tem tempestade que dure para sempre.
Cidinho: É, segura as pontas aí que nós vamos resolver isso aí.
Silval Barbosa: É, né?
DESVENDADO MISTÉRIO SOBRE MORTE DE BELA ATRIZ DE NOVELAS




Em 2013 a atriz mexicana Karla Álvarez foi encontrada morta sozinha em sua casa. Na época os meios de comunicação noticiaram que a famosa teria morrido por problemas com a anorexia e bulimia, pois, estava muito magra. Agora depois de 4 anos da morte de Karla Álvarez a imprensa mexicana teve acesso ao documento que diz o real motivo da morte da atriz. Karla Álvarez morreu aos 41 anos de idade por insuficiência aguda, causada por uma pneumonia viral. O documento encontrado foi assinado pelo médico José Luis Haro Rodríguez datado do dia 16 de novembro de 2013, um dia depois da morte da famosa. De acordo com o site “TV Notas”, Karla Álvarez, poucos meses antes de morrer sofria com uma gripe grave e passava mal várias vezes precisando ser ajudada por seus empregados. No seu último dia de vida, Karla tinha ingerido uma quesadilla que seus funcionários prepararam para ela, porém, enquanto ela comia seus alimentos, ela começou a ter um ataque de tosse e morreu no dia 15 novembro as 2:30 da tarde. Devido a sua pneumonia que estava muito grave, Karla teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.
RIVA VISITA DEPUTADO PRESO E MOSTRA SAÍDA

 RIVA E GILMAR SEMPRE FORAM GRANDES AMIGOS

O ex-deputado estadual José Riva (sem-partido) voltou esta semana ao Centro de Custódia da Capital. Calma! Ele não teve novo mandado de prisão decretado pela Justiça. Na verdade, Riva foi visitar o vice-presidente da Assembleia Legislativa, Gilmar Fabris (PSD), preso desde 15 de setembro, acusado de obstrução da Justiça. O ex-chefe da AL permaneceu por 30 minutos no CCC e teria aconselhado Fabris a pensar em uma possível colaboração premiada, a exemplo do que ele está finalizando junto a Procuradoria Geral da República (PGR). Fabris, a exemplo do que ocorreu com Silval Barbosa e José Riva, poderá mofar na cadeia até que "colabore". nisto, outros, mais culpados que ele, estão livres, ricos e curtindo a vida numa boa. Engabelando Gilmar para não serem delatados.
PRESO EM CUIABÁ CASAL  QUE ASSASSINOU EMPRESÁRIO 




Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá) e da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) prenderam uma mulher de 23 anos e um adolescente de 17, acusados de participação no latrocínio que vitimou o empresário, Altair José Bastos, 54 anos, ocorrido no dia 23 de setembro, na empresa de guincho de propriedade da vítima. O menor, L.C., 17 anos, e A.sa., 23 anos, foram localizados no bairro Pedra 90, em cumprimento de mandado de prisão temporária. O menor teve participação direta no roubo seguido de morte e a moça conduziu o adolescente até o local e aguardava na motocicleta para dar fuga. Após o crime, o casal de namorados fugiu de Sinop e alugou uma casa no Pedra 90 para se esconder. Com a suspeita de que o casal estava em Cuiabá, a Derf de Sinop pediu ajuda ao GCCO para localizar os dois. Há uma semana, policiais estavam à procura dos suspeitos. Os dois confessaram a participação no crime
CONSELHEIRO DO TCE COLOCA GOVERNO PEDRO TAQUES ABAIXO DE "BOSTA DE CACHORRO"
=========
ESBANJADOR: "Gastou, neste ano, até o início julho, R$ 10 milhões com fretamento de jatinho”
LADRÃO: " O coordenador Allan Malouf, declarou, em juízo, que estava participando dessa corrupção (Secretaria de Educação) para recuperar os R$ 12 milhões que ele colocou na campanha em caixa 2"
ENCRENQUEIRO: "Você vê o governo direto batendo boca com poderes, com funcionários públicos, com desembargador, com promotor"
DESASTROSO, CALOTEIRO E PREGUIÇOSO:  "Até hoje, passados mais de 2 anos, as obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e outras que foram iniciadas para a Copa do Mundo de 2014 estão paradas. A saúde estadual está falida, paralisada, por conta de calotes aplicados em hospitais" 


FONTE: JORNAL INDEPENDENTE

Em sua primeira declaração como pré-candidato ao governo de Mato Grosso, o conselheiro Antônio Joaquim afirmou que a atual gestão foi um “fracasso ético e administrativo”. Ele, que anunciou sua filiação ao PTB, ressaltou que fazia questão de avaliar a gestão Pedro Taques (PSDB) após mais de 15 anos sem poder fazer juízo sobre as administrações já que estava no cargo de conselheiro. Nos próximos dias sua aposentadoria deverá ser publicada no Diário Oficial uma vez que já está oficializada.

 “O governo atual é responsável pelo maior escândalo de corrupção na área de educação no Estado. Secretário preso, agentes públicos presos, um escândalo e uma vergonha, principalmente em uma área como a Educação. Essa situação se agravou porque o coordenador financeiro da campanha do Taques, o Allan Malouf, declarou, em juízo, que estava participando dessa corrupção para recuperar os R$ 12 milhões que ele colocou na campanha em caixa 2, o que é pior”, declarou. 

 Além disso, citou o esquema de escutas ilegais que está sendo investigado agora pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Esse caso representa uma violência contra a democracia. É pior ou, no mínimo igual, à corrupção envolvendo dinheiro. É uma invasão às liberdades individuais, à privacidade das pessoas. É inadmissível que um governo lidere – e está claro que o governo liderou – esse processo de ouvir adversários políticos”. Joaquim ainda fez um balanço sobre o funcionamento administrativo de Taques. “É uma gestão inábil, que vive em conflitos inúteis. Você vê o governo direto batendo boca com poderes, com funcionários públicos, com desembargador, com promotor. É uma crise infindável e inútil, que atrapalha qualquer governo. Então, o governo tem essa dificuldade de harmonizar o governo, função que deveria ter como representante do poder Executivo”.

 Entre os fracassos administrativos listados pelo membro afastado da Corte de Contas está a situação atual da saúde pública. "Até hoje, passados mais de 2 anos, as obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e outras que foram iniciadas para a Copa do Mundo de 2014 estão paradas. A saúde estadual está falida, paralisada, por conta de calotes aplicados em hospitais" . Também a atuação no setor da agricultura familiar teve  os gastos considerados por ele irrelevantes. “É uma questão mais melindrosa, mas tenho que falar sobre os gastos exorbitantes com coisas consideradas simbólicas. O governo gastou, neste ano, até o início julho, R$ 10 milhões com fretamento de jatinho”.
PROFESSORA MORRE MISTERIOSAMENTE NO TOCANTINS

 Na tarde da quarta-feira (18/10), uma professora identificada como Maria das Mercês Coutinho Sousa, de 48 anos, foi encontrada morta dentro da sua residência. Ela trabalhava na Diretoria Regional de Ensino de Araguaína, Tocantins e era natural de Jaicós, no Piauí. Segundo informações de amigos, a docente estava de atestado e não estava indo trabalhar nos últimos dias. Colegas tentaram contato, mas não obtiveram retorno. Preocupados, se deslocaram até a sua casa no Jardim dos Ipês e encontraram o corpo da professora. A Polícia Militar foi acionada e informou que provavelmente a vítima já estava morta há dois dias. Ainda de acordo com a polícia, o corpo não apresentava sinais de violência e somente um exame será possível identificar a causa da morte.
Pai que ia a formatura acaba em funeral de filha que se tornaria médica

  Estava tudo preparado", diz Abdullahi Mohamed em alusão à festa de formatura de sua filha, Maryam Abdullahi, uma jovem estudante de medicina da Somália. A cerimônia estava marcada para o último domingo, 15 de outubro, e o pai, que mora no Reino Unido, viajava ao país especialmente para isso. Prestes a embarcar, descobriu que sua filha era uma das 300 vítimas do ataque extremista ocorrido no sábado na capital do país, Mogadíscio, um dia antes da formatura. "Estava no aeroporto prestes a embarcar quando recebi a notícia de que ela havia morrido", disse à BBC. Ele acabou comparecendo ao funeral da filha. Maryam Abduallahi, 25, estava se preparando para sua formatura em Medicina na Universidade Benadir.
CINCO ARROMBADORES DE BANCO PRESOS EM MATO GROSSO 

Três homens e 2 adolescentes foram detidos na madrugada deste sábado (21), em Acorizal (62 km ao norte de Cuiabá) suspeitos de arrombarem 2 caixas eletrônicos da cooperativa de crédito Sicredi. Dos 5 suspeitos, 4 foram detidos enquanto estavam reunidos em um "espetinho" no município. Segundo a Polícia Militar, setor de monitoramento da agência informou que havia perdido acesso com o sistema e no caminho para o local, se deparou com Thiago Rodrigo Carmo da Silva, 31, conduzindo um veículo VW Fox branco. Na revista, vários materiais usados na prática de arrombamento foram localizados no carro. Posteriormente, comerciante denunciou os demais suspeitos detidos no "espetinho". C.K.B.C, 19, R.S.M, 24, Y.A.O, 17, e G.P.B, 17, foram encontrados e conduzidos para a Central de Flagrantes de Cuiabá, em companhia de Thiago. Na agência, a polícia percebeu um buraco na parede que dá acesso aos caixas eletrônicos e 2 dos aparelhos estavam danificados, além de verificarem várias portas da unidade arrombadas.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

VIDA CRUEL 
POBRE, FALIDO, "MISTER M" LUTA CONTRA CÂNCER NA PRÓSTATA 


 O mágico  mundialmente famoso Val Valentino, conhecido no Brasil pelo apelido de Mister M, usado no quadro que teve no Fantástico nos anos 1990, está com câncer terminal na próstata, segundo o programa Balanço Geral, da Record. À atração, o americano de 61 anos afirmou que está com dificuldades financeiras e que conta com a ajuda de um amigo brasileiro, que iniciou uma espécie de vaquinha online para arrecadar 45.000 reais para fazer uma cirurgia. “Estou há cinco anos não tendo condição de trabalhar porque eu não tenho como entrar em avião, porque a próstata incha e eu tenho outros problemas. Por conta disso eu acabei com as minhas economias. Estou falido”.   Revelou.
Está acima da peso?
PRESÍDIO CARUMBÉ, O MELHOR SPA DE MATO GROSSO


Silval no governo e ao sair do CCC...

 FONTE: JORNAL INDEPENDENTE 

Sem dúvida nenhuma, o melhor Spa de Mato Grosso é o CCC, ou antigo Presídio Carumbé, como preferem os mais saudosistas . Para quem não sabe, CCC é o Centro de Custódia da Capital, para onde são levados os empresários e políticos presos nas operações policiais no estado. Todos os que foram para lá, sem exceção, estavam acima do peso. Alguns mais, outros menos. É o caso do ex-governador Silval Barbosa, que deixou o CCC esbelto, após 2 anos de rigoroso "tratamento". Mas depois de voltar ao conforto do lar já recuperou os quilos perdidos. Outro que emagreceu em tempo recorde no CCC é o deputado estadual afastado Gilmar Fabris (PSD). Já perdeu cerca de 14 quilos em pouco mais de 30 dias.
TRISTE SITUAÇÃO!
DE BELA, LOIRA  E PODEROSA NA EUROPA,  A "ABRIGADA" NO ANTIGO PRESÍDIO CARUMBÉ



Numa destas  fotos,  bela, loira e feliz  Hellen Lesco, hoje, morena e infeliz,  presa por envolvimento nos "GRAMPOS" e trancada em cela do antigo Carumbé, acompanha a ex-primeira dama Samira Martins, no primeiro semestre de 2017,  em "toour" pelo exterior, incluindo EUA e Europa. Samira estava recém-separada do  governador Pedro Taques e contava na viagem com a solidariedade da amiga.
EX-PRESIDENTE DA CÂMARA DE CÁCERES MORRE ESMAGADO POR CARRETA



O ex-presidente da Câmara Municipal de Cáceres Célio Silva (foto)  e um caminhoneiro morreram em um grave acidente no início da noite de quinta-feira (19) na BR-070, próximo ao município. De acordo com informações, o ex-vereador parou para ajudar o motorista de um caminhão, que estava no acostamento devido a uma falha mecânica, quando ocorreu o acidente. O veículo dirigido por Célio, um Volkswagen Gol e o caminhão, dirigido por um motorista de 58 anos, foram atingidos  em cheio por uma carreta, que seguia pela rodovia.  Célio e o motorista, fora de seus veículos,    morreram esmagados na hora.
Quem deve "caga"!
"OPERAÇÃO MONSTRA" DA PF ATERRORIZA CAPITAL
==========
"CAGANEIRA BRAVA", ESVAZIAMENTO DE RESIDÊNCIAS COM JÓIAS, DINHEIRO ESTRANGEIRO E MUITOS DOCUMENTOS COMPROMETEDORES INDO PARAR EM CHÁCARAS E SÍTIOS EM NOME DE "LARANJAS".





FONTE: NOTÍCIAS DO NORTÃO

Mesmo com suposta "caganeira brava" por conta do medo de ser "engaiolado" junto com outros  colegas  deputados e figurões envoltos em denúncias oficializadas por Silval Barbosa e José Riva, junto à Justiça Federal, o presidente da AL-MT,  Eduardo Botelho (FOTO - PSB), segundo fonte deste site,  há mais de 48 horas não tem um paradeiro definido. Nem por telefone, fornecedores, prestadores de serviços, jornalistas  e até vereadores do interior estão conseguindo  falar com ele.  Tudo por conta de esperada "operação monstra" da Polícia Federal em Mato Grosso, quando pelo menos 150 conduções coercitivas e não coercitivas devem ocorrer nos  na capital e interior. É o que garante fonte bem informada. Por conta disso, há  um corre-corre de suspeitos  esvaziando  casas e escritórios, levando joias, relógios e dinheiro para locais protegidos, principalmente chácaras e sítios adquiridos em nomes de "laranjas".  Dizem que até o prefeito cuiabano, Emanuel Pinheiro, colocou  as sobrancelhas  "de molho".
BODE EXPIATÓRIO?
Para ministro, prisão de Taques deve 'frear' quadrilha instalada no Paiaguás

 O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, disse que o ex-secretário da Casa Civil, Paulo Taques, deve continuar na cadeia por tempo indeterminado, para garantir que a organização criminosa instalada no governo do primo, Pedro Taques, seja 'freada'. Cabeça do esquema, somente com a prisão de Paulo Taques é possível “interromper a atuação de organização criminosa” que estaria por trás das interceptações telefônicas ilegais no Estado. A declaração foi dada na decisão que negou na última terça-feira (17) um habeas corpus impetrado pela defesa de Taques no STF.
AVIÃO DA PF TRÁS PÂNICO EM CUIABÁ E OCASIONA CORRE-CORRE NA ASSEMBLEIA
==============
 Acometido por forte diarreia presidente da Casa teve que ser medicado!


FONTE: NOTÍCIAS DO NORTÃO

O avião da Federal que pousou em Cuiabá na tarde de quarta-feira (18) e ainda está no Mal. Rondon, causou o maior pânico na Capital. Tão logo foi divulgada a foto do avião começou o corre-corre na cidade. Reunião de emergência entre deputados na Assembleia era prenúncio de que o apocalipse estava próximo. Dois deputados acharam que iam amanhecer o dia com a voz de prisão. Consta que o presidente da AL-MT, Eduardo Botelho, estrelando várias denúncias cabeludas, bastante nervoso, acabou vitimado por uma forte diarreia. Foi medicado. Passa bem. No Tribunal de Justiça e no Ministério Público o temor também era grande. Um suposto inquérito, que corre em segredo de justiça, teria aquelas duas casas como alvo principal. Até o momento não ocorreu nenhuma opperação.
DEPUTADO EMAGRECE 13 QUILOS NA PRISÃO

 Preso no Centro de Custódia de Cuiabá desde o dia 15 de setembro, o deputado estadual Gilmar Fabris (FOTO-PSD) recebeu a visita de alguns colegas de parlamento nesta quinta-feira (19). Após a visita, um dos deputados relatou que Fabris está 13 quilos mais magro, anda meio abatido e bastante ansioso por causa da indefinição sobre sua prisão decretada pelo ministro Luiz Fux, do STF.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

PREÇO DA ESTABILIDADE
PRESSIONADOS POR EMPRESÁRIOS COM DÍVIDAS A RECEBER NA PREFEITURA, INSATISFEITOS COM ATRASOS NO "MENSALINHO" DE R$ 40 MIL, VEREADORES ARTICULAM A QUEDA DE LUCIMAR NO PALÁCIO BENEDITO GOMES

OLHO GORDO: "AMIGO FIEL", CHICO CURVO JÁ AVISOU QUE NÃO PENSARÁ DUAS VEZES PARA ASSUMIR A PREFEITURA EM LUGAR DE LUCIMAR!

FONTE: JORNAL INDEPENDENTE

Por apenas um voto, a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), escapou de ter o pedido de seu afastamento aprovado pela Câmara de Vereadores, em março de 2016. Dos 21 parlamentares da Casa, 13 votaram a favor de afastar Lucimar do cargo de prefeita, pelo período de 90 dias.  Agora, por conta de PRESSÕES DIVERSAS  e  supostos desacertos (atrasos) no recebimento de um "MENSALINHO" de R$ 40 mil, que estaria dando "governabilidade" à prefeita, há uma articulação no Palácio Benedito Gomes, por uma nova tentativa de afastar a prefeita.

Desde segunda (16) o presidente da Casa, vereador Chico Curvo, primo de Jayme Campos e um dos principais beneficiados pela atual gestão, tem se desdobrado em longas e cansativas reuniões na tentativa de impedir o pior, ou seja, o afastamento da prefeita por no mínimo 90 dias, visto que, oficialmente já teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral e se mantém no cargo graças ao apoio maciço da Câmara, onde teria garantido um mínimo de 18 votos, contabilizados os 12 da "base" mais 6 denominados "independentes". Nos corredores da Câmara Municipal  só se fala no afastamento da prefeita e seu vice, José Hazamma, com o presidente da Casa assumindo a Prefeitura.

Vivendo uma crise financeira sem proporções, por conta de  "folha inchada", dívidas acumuladas e novos acertos inviabilizados por "desaquecimento" na arrecadação, a prefeita Lucimar Campos não tem conseguido honrar compromissos assumidos, pagando com atraso até mesmo o "mensalinho" garantidor do seu mandato.   A esperança está no "Mutirão Conciliatório" com qual esperam arrecadar, no mínimo, R$ 50 milhões nos próximos 40 dias. O presidente da Câmara, Chico Curvo, embora jure de pés e mãos voltados para o Céu, já revelou que não titubeará em assumir a Prefeitura caso Lucimar seja afastada. "Antes eu que um outro qualquer, disposto a frear o progresso que volta a assolar nossa cidade". Justificou com aparente sinceridade na terça (17), ao sair de uma reunião  cansativa  
no gabinete da prefeita, com a presença do ex-senador Jayme Campos.

A pressão maior  pelo afastamento de Lucimar, além da de servidores descontentes com a "linha dura" da prefeita,  tem sido de empresários com contratos milionários na Prefeitura, que bancaram as candidaturas dos seus pupilos vereadores e que cobram deles, ante as dificuldades de serem atendidos pessoalmente pela prefeita,  a quitação de dívidas acumuladas na gestão Campos. "Com Wallace, ao contrário de hoje, era bem melhor. Havia muitas obras, muito dinheiro, e não precisava sufoco para receber. A gente falava direto com ele, hoje quem manda na Prefeitura é Jayme, que só atende quem gosta, puxa seu saco,  ou quando tá de bom humor. O Wallace  pecou por não divulgar suas realizações e ainda comprar brigas com donos de sites, jornais e TVs". Desabafou um construtor a uma de nossas fontes.

VIDA CRUEL
MÉDICA, JOVEM, BELA, ACHADA MORTA EM POUSADA

A médica mineira, de Montes Claros, encontrada morta semana passada em um quarto de uma pousada em Vitória da Conquista (BA), teve morte natural. O resultado preliminar do laudo de necropsia do corpo da médica Lilliany Caetano Aquino (foto), de 26 anos, indica com clareza que a morte foi natural. O delegado regional Cleber Rocha Andrade, informou que a suspeita é que a médica tenha tido uma embolia pulmonar. No levantamento cadavérico, não foi encontrado nenhum medicamento no local e nenhum outro objeto considerado anormal. Como não há indicativo de crime, o caso deve ser arquivado. 
PREÇO DA GOVERNABILIDADE
OSTENTAÇÕES DE VEREADORES SUSPEITOS DE "MAMAR" NA GESTÃO LUCIMAR CAUSAM ARREPIO!



TÁ DIFÍCIL PARA A PREFEITA LUCIMAR MANTER GOVERNABILIDADE COM VEREADOR "DA BASE" GASTANDO R$ 12 MIL NUMA NOITE COM PROSTITUTAS

FONTE: JORNAL INDEPENDENTE

Até 15 dias atrás não havia "oposição" ao governo Lucimar Campos, em Várzea Grande.. Todos da base e QUASE TODOS da "oposição" comiam no mesmo "cocho", papando entre outras coisas um "mensalinho" de R$ 40 mil, fora outras regalias como  verbas extras e mordomias, além dos salários e ajudas parlamentares. Com a dupla cassação do mandato de Lucimar e seu vice, as coisas parecem ter desandado, com a Câmara já articulando para assumir o mandato, a exemplo de ocorridos em passado recente. Mas este é outro assunto a ser abordado logo mais.


Com "mensalito" , mais extras  ( variando entre  3 mil, 5 mil e R$ 10 mil  por cabeça pela  aprovação de projetos considerados polêmicos) e salários, cada parlamentar chega a faturar por mês próximo de R$ 70 mil. Sem dúvidas, uma boa "bolada" a cada 30 dias, garantida pela "satisfação" da prefeita em manter o seu mandato em área tão "movediça". Quase nada perto  do montante  de  R$ 1,2 bilhão movimentado anualmente pela Prefeitura, envolvendo, lógico, caixas  oficiais do Tesouro Municipal e outros paralelos, por onde esvaem os "pacotes" de propinas, também conhecidos como CAIXA II.


Só que, dinheiro fácil, acaba originando ostentações: Dias desses um dos "mamadores" foi pego ostentando um carrão avaliado em R$ 170 mil. comprado à vista, segundo um assessor. Alertado sobre a "pisada de bola", o parlamentar sumiu com o veículo. E há coisa de um mês, outro edil várzea-grandense foi flagrado na luxuosa Boate Cristal, em Cuiabá, pagando uma continha de R$ 12 mil. Estava com mais três amigos num local onde uma garrafinha de champanhe  custa R$ 450, 00,  com o uísque  chegando a custar R$ 1.300,00 o litro.
Mãos e pés amarrados!
SOLDADO EXECUTADO DENTRO DO BANHEIRO


MATO GROSSO - Soldado da Polícia Militar em Rondonópolis (212 Km ao Sul de Cuiabá), Ranulfo Severino da Silva, 56, aposentado após 25 anos de corporação, foi encontrado morto com tiros na nuca, com uma camisa amarrada na cabeça e os braços  e pernas amarrados para trás, no chão do banheiro de casa, no bairro Jardim Santa Clara, na manhã desta quarta-feira (18). Ainda não há informações sobre a motivação do crime. Há suspeita de latrocínio.
Prefeita na corda bamba!
EMPRESÁRIO MUNICIA MINISTÉRIO PÚBLICO COM DENÚNCIAS CABELUDAS DA GESTÃO LUCIMAR


ANTONIO RONI E LUCIMAR CAMPOS

FONTE: JORNAL INDEPENDENTE

Correção de última hora.  Uma  de nossa fontes, ligada ao MPE, aponta  que não foi um vereador da base de Lucimar  Campos o autor das denúncias protocoladas no Ministério Público Estadual,  e que originaram a "devassa" hoje vigente no Paço Municipal Júlio Domingos de Campos. Foi um empresário  do ramo de distribuidoras e construção civil que, mais tarde, os procuradores descobriram ter agido a mando do tal vereador, insatisfeito com o casal Campos, conforme detalhado em matéria anterior.

Mais que desvios em arrecadações no setor de Finanças, o empresário teria municiado o MPE com exposição documentada  da forma escancarada como são cobradas comissões (propinas) no governo Lucimar Campos, indo da simples prestação de serviços a aquisição de gêneros de consumo diversos,   a  execução de obras como escolas, creches e pavimentação de ruas. No quesito recapeamento de avenidas centrais  e asfaltamento em ruas de bairros periféricos, "o caldo é groso", informou o delator.


E na semana passada, só para ilustrar a denúncia, um outro conhecido grande empresário várzea-grandense, ligado à adversários da família Campos, reverteu uma situação  que parecia  perdida ao ameaçar  revelar detalhes escabrosos vigentes em "contratos de gaveta" com a gestão Lucimar.


 Antônio Roni de Liz, atuante no ramo gráfico, tapa buracos e locação de caminhões e máquinas foi personagem da façanha.  A Penta, que está registrada no nome da esposa e da filha de Antônio, atua com destaque na limpeza e recolhimento de lixo em VG, e esteve ameaçada de rompimento de contrato estimado em R$ 8 milhões após o empresário cobrar dívidas atrasadas. Isto foi em setembro deste ano, quando, segundo BO registrado na Polícia Civil, chegou a ser agredido pelo secretário de Governo César Miranda, ao cobrar as dívidas.


Era o segundo "cripocó" após Lucimar ocupar o cargo em lugar de Wallace Guimarães, grande amigo de Antonio. Da primeira vez, em 2015, ficou calado e chegou a demitir 70 funcionários em decorrência dos atrasos. Dessa vez, segundo fonte deste site, após ser espancado no Paço Municipal,  fincou o pé, voltou dias depois e esfregou um calhamaço de documentos comprovando ilicitudes em várias pastas da gestão Campos. Além de  receber todo atrasado num piscar de olhos,  saiu da Prefeitura  com contrato  garantido para até 2020.
PREÇO DA "GOVERNABILIDADE"
MPE INVESTIGA "MENSALINHO" E OUTRAS IRREGULARIDADES NO GOVERNO LUCIMAR


FONTE: JORNAL INDEPENDENTE


O Ministério Público Estadual (MPE), usando linguajar popular "MONTOU ACAMPAMENTO" no Paço Municipal Júlio Domingos de Campos, sede d a Prefeitura de Várzea Grande, desde que recebeu  denúncias do uso de "ESQUEMA PARALELO" para manter a governabilidade da prefeita Lucimar Sacre Campos, ameaçada de perder o cargo desde 2015, quando assumiu  pela primeira vez (como segunda mais votada) em lugar do prefeito cassado Wallace   Guimarães. Chama atenção a existência de um "MENSALINHO" de R$ 40 mil para "calar vereadores", que receberiam ainda, além dos salários e ajudas de custo,  polpudos extras variando de R$ 5 mil a R$ 10 mil por cada sessão "decisiva" para os interesses da gestora várzea-grandense.

Várias tentativas de cassar o seu mandato deram em nada, incluindo votações em aberto na Câmara Municipal, com  vitórias esmagadoras da prefeita reeleita em 2016, depois que seu esposo, ex-senador Jayme Campos, considerado rapsa velha na política estadual,  "passou a governar o município", segundo fonte deste site. Mesmo assim  não tem sido fácil manter a governabilidade. Exemplo disso é a atuação escancarada do MPE, após denúncia explosiva supostamente protocolada por um vereador da BASE, descontente com desacertos  contratuais (representa empresas prestadoras de serviços ao Município) e após  ser "escrachado" por um assessor da prefeita, sem que ela e nem Jayme tivessem atendido o seu pedido de demitir o rapaz, ocupante da chefia de importante pasta.

E abriu o jogo ao MPE, segundo nossa fonte: "Revelou que há um caixa paralelo para atender às demandas não oficiais, sustentado por dinheiro EXTRA, arrecadado no setor de finanças via impostos diversos, taxas e multas, e que resvalam direto para várias CONTAS SECRETAS, usadas para ATENDIMENTOS EMERGENCIAIS. Não há  um controle específico sobre o total arrecadado e, no início do ano, a prefeita demitiu às pressas dois servidores que atuavam no ESQUEMA, mas que estariam usando pequeno percentual da  arrecadação abastecedora dos CAIXAS EXTRAS para benefícios próprios. Para evitar complicações,  receberam gordas indenizações ao serem mandados embora, em sigilo, além de transferência  para  pastas originárias no Estado, de onde tinham sido requisitados pela nova gestora".

Consta que o vereador foi habilmente reconduzido à BASE, tentou inutilmente retirar a denúncia do MPE, o que só fez despertar ainda mais as suspeitas dos procuradores estaduais quanto a existência de anormalidades na Prefeitura de Várzea Grande. Agora com a mega arrecadação esperada pelo "Mutirão Fiscal" quando se deu desconto de até 100 por cento em juros, multas e se  espera arrecadar mais de R$ 50 milhões em dívidas atrasadas de contribuintes diversos,  a vigilância do MPE está redobrada, segundo nossa fonte.


PISTOLEIRO ESTOURA A TIROS CABEÇA DE JOVEM 

Na manhã da terça feira, dia 17 de outubro, na Rua Sergipe, bairro Wilson Brito, região central de Teixeira de Freitas (BAHIA), o adolescente Welbert Costa dos Santos, de 17 anos, foi assassinado com disparos de arma de fogo na cabeça. Testemunhas disseram que  dois criminosos aproximaram-se numa motocicleta, de cor vermelha e placa não anotada, sendo que o carona sacou a arma e efetuou os disparos à queima roupa na cabeça  do menor. São desconhecidos os motivos da execução.
MORREU ESFAQUEADA PELO FILHO DO PATRÃO

Uma mulher de 26 anos foi morta com várias  facadas  em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar (PM), Elisângela Alaíde Neta (FOTO) estava no local de trabalho, no bairro João de Deus, quando o crime aconteceu. Segundo a polícia, a vítima foi esfaqueada após uma discussão com o filho do proprietário da mercearia onde ela trabalhava. O suspeito de cometer o assassinato é Lucas de Carvalho Coelho, de 18 anos, que está foragido.
VEREADORES NO BOLSO 
==============
  A FORÇA DO "BERERÉ" : Lei que altera pagamento de 13º salário dos servidores públicos de VG está em vigor


FONTE: NOTÍCIAS DO NORTÃO

 A lei que "mexe" no 13º salário dos servidores públicos municipais, retirando vários benefícios conquistados ao longo dos anos,  está valendo, afirma o secretário de Assuntos Estratégicos, ex-senador Jaime Campos (DEM). “Está valendo porque foi aprovada pela Câmara Municipal,  e nós não estamos preocupados com protestos, pois estamos dentro da lei”, garantiu  o secretário Jayme Campos  na terça-feira (17.10), durante evento de inauguração da Casa de Acolhimento para crianças e adolescentes.
TOURO BRAVO DECEPA PÊNIS DE FAZENDEIRO




FONTE: FATOS BIZARROS


Um fazendeiro peruano, morador de Lima, teve o pênis e o saco escrotal esmados pela pisada de um touro pesando quase uma tonelada, que estava sendo treinado para rodeios. O animal já tinha derrubado 4 peões da fazenda, quando José Hidalgo, 36 anos, ex-montador, tomou para si a missão de "dominar" o touro. Ao cair, de costas, teve suas partes íntimas esmagadas pela forte pisada do animal bravio. O pênis ficou preso ao couro e, mesmo recebendo atendimentos médicos, teve de ser amputado.
DENÚNCIA GRAVÍSSIMA
ATRASO NO MENSALINHO QUASE DERRUBA LUCIMAR




FONTE: JORNAL INDEPENDENTE

No  último dia 9, em sessão polêmica na Câmara Municipal de VG, parte da base dos vereadores que apoiam Lucimar Campos deu um aviso sinistro: ou trata todos de forma igual, sem privilégios extras para aqueles considerados "trânsito livre" no Palácio Júlio  Domingos de Campos, ou ela será despejada do cargo. Segundo nossa fonte, não foi a votação de um polêmico projeto que "enfia mandioca no rabicó dos servidores municipais" o motivo do racha, mas sim o atraso de um MENSALINHO estimado em R$ 40 mil, que beneficia vereadores da BASE e vários outros da OPOSIÇÃO, que alardeiam INDEPENDÊNCIA mas estão atrelados até pescoço nos esquemas vigentes no Paço Municipal.

"Ocorre que, antes do dia primeiro de outubro, alguns vereadores da base e outros PERIGOSOS que alardeiam OPOSIÇÃO à prefeita já tinham embolsado a grana. Os demais ficaram de receber no dia 3, mas no dia fatal foram informados que haveria um pequeno atraso a mais por conta das dificuldades da prefeita Lucimar em quitar a folha de setembro, inchada, inflacionada e pesando cada vez mais aos cofres públicos várzea-grandenses". Revelou a fonte.

Foi o suficiente para detonar o "racha".  Segundo a mesma fonte "Apenas dois dos vereadores não agraciados com o RECEBIMENTO EM DIA concordaram em não contrariar as recomendações da prefeita Lucimar, quando a votação do   Projeto de Lei 131/2017, que retira parte de direitos trabalhistas conquistados no 13º Salário. Dos 12 que apoiam Lucimar, 6 votaram contra seguindo a BANDA de outros que se auto-denominam  INDEPENDENTES, mas que também MAMAM por fora, sugando os cofres municipais e garantindo o mandato da dona Lucimar nos momentos mais decisivos". Dia seguinte, após bronca, receberam os atrasados e tudo voltou ao normal.

A fonte lembrou que o presidente da Casa, Chico Curvo, primo de Jayme Campos, responsável por manter a UNIDADE dos vereadores em torno da GOVERNABILIDADE de Lucimar. Tem seu preço: Sozinho emprega 32 pessoas na Prefeitura. 




terça-feira, 17 de outubro de 2017

NO SANTIFICADO GOVERNO TAQUEANO
============
Ex-secretário de Taques negociou propina e recebia R$ 50 mil   de "Organização Criminosa" para ficar no governo

TAQUES                      MALOUF

O ex-secretário de Estado, Pedro Nadaf, afirmou em termo de delação premiada, que o ex-secretário de Fazenda (Sefaz-MT), Paulo Brustolin, negociou recebimento de propina na gestão Pedro Taques (PSDB), e que ele recebia mensalmente “salário extra” de R$ 50 mil do empresário Alan Malouf, apontado como um dos chefões de poderosa "Organização Criminosa" entranhada no governo Taques, para permanecer como secretário . A declaração consta no termo de delação premiada firmado pelo ex-secretário à Procuradoria-Geral da República (PGR), e homologada pelo Superior Tribunal de Justiça(STJ).
CALOTE DE TAQUES DEIXA ALUNOS PASSANDO FOME EM MT

Alunos da Escola Estadual Professora Julieta Xavier Borges, em Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá, estão sem merenda escolar após o governo do estado atrasar o repasse necessário para o custeio da unidade. Por meio de uma nota enviada aos pais, a escola informou que, a partir de segunda-feira (16), deveriam enviar a merenda dos filhos deles.
BODE  EXPIATÓRIO?
Cabo Gerson acusa Paulo Taques de 'financiar' esquema de grampos 

 O ex-secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, é acusado de ter pagado R$ 50 mil para bancar despesas do esquema de escutas clandestinas operado no âmbito da Polícia Militar de Mato Grosso. O pagamento teria sido feito ao ex-secretário da Casa Militar, coronel Evandro Ferraz Lesco, durante a campanha eleitoral de 2014. A acusação foi feita pelo cabo da PM Gerson Luiz Ferreira Corrêa Júnior, réu em ação penal e investigado em inquérito que apura o esquema de grampos telefônicos ilegais, durante interrogatório prestado aos delegados Flávio Stringueta e Ana Cristina Feldner, na segunda-feira (16). Taques e Lesco estão presos em Cuiabá desde o dia 27 de setembro. Por sua vez, o cabo Gerson já contabiliza 4 meses de prisão.
Com queda de Lucimar, Sadora pode virar prefeita de VG 

 Em Várzea Grande, 2º maior colégio eleitoral do Estado com 181.590 eleitores, se a prefeita Lucimar Campos, já cassada em dois processos, vier a perder o mandato de vez, o município não saberá, de imediato, quem ocupará a cadeira no Executivo. Numa das ações, a Justiça cassou não só a chapa de Lucimar com o seu vice José Hazama (PRTB), mas também o presidente da Câmara Chico Curvo (PSD). Trata-se da denúncia de compra de votos em que Curvo, numa conversa com o presidente do DAE-VG, oferece benefícios a eleitores, como caminhão-pipa. O vice da Câmara é Rodrigo Coelho (PTB), que se tornaria presidente apenas para fazer nova eleição entre os colegas para escolher quem conduzirá o Legislativo, pois houve mudança no Regimento Interno, ou seja, na ausência do presidente, o vice não o substitui definitivamente. Existe também um imbróglio quanto à substituição à cadeira de Lucimar. Uma das possibilidades seria da procuradora-geral do Município, Sadora Xavier (foto), se tornar prefeita por ao menos três meses até a Justiça Eleitoral promover nova eleição para prefeito e vice. (Rdnews)
Revendedora de carros é assassinada dentro de casa 

 Uma revendedora de carros, que não teve a idade revelada pela polícia, foi assassinada dentro do apartamento onde morava em Jardim Limoeiro, na Serra (ES), na manhã da segunda-feira (16). De acordo com a Polícia Militar, Lucimar Lemos foi encontrada morta por volta das 11h45. Após a perícia no local do crime, a polícia descobriu que a vítima foi morta com golpes de arma branca, possivelmente, uma tesoura. Nenhum suspeito do crime foi localizado.
Ex-vereadora e ex-secretária de saúde morta com tiro na cabeça pelo pai 

,Antônio Lorival Cândido, encontrado morto  junto à filha, ex-vereadora e ex-secretária de saúde, Ivanilde Farias Cândido, de 47 anos, deixou uma carta intitulada “Carta de Livramento”, dizendo que pretendia 'levar' também o neto. O crime aconteceu em Batayporã (MS),  pela manhã. No manuscrito, a PM informou para a reportagem que Antônio detalhou que também 'levaria' um dos netos, mas decidiu “poupá-lo” para que ele cuidasse da avó. Ainda segundo a PM, o homem teria histórico de problemas psicológicos e tomava remédios controlados. Ivanilde Cândido foi morta enquanto dormia e sofreu um tiro na cabeça. O pai dela se matou, logo depois de cometer o assassinato, com um disparo na boca. Ela era mãe de dois filhos e na casa também morava Antônio Cândido.
CALOTE DO GOVERNO TAQUES DEIXA SERVIDORES ESTADUAIS SEM ATENDIMENTO HOSPITALAR

As unidades de saúde que compõem o Grupo Santa Rosa anunciaram nesta terça-feira que deixarão de atender pacientes MT Saúde, plano de saúde dos servidores públicos, sob responsabilidade direta do governo Pedro Taques (PSDB). A decisão é em caráter definitivo. O motivo para a decisão é o constante atraso nos repasses ao grupo por parte do Governo do Estado. “A decisão é motivada pela reiterada inadimplência do ‘MT Saúde’ com toda a rede de prestadores de serviços, especialmente com as empresas do Grupo Santa Rosa”, diz nota encaminhada pelo grupo. A nota não informa o valor, nem o tempo, do débito do MT Saúde com o Grupo Santa Rosa. O grupo pertence à família Maluf, do deputado estadual Guilherme Maluf, por sinal do mesmo partido de Pedro Taques, o PSDB.
"Pedra 90" ironizando desespero de adversários
===============
"Se tem nego limpo na parada é Jaime campos", diz democrata sobre candidatura ao governo



Fonte: Muvuca Popular

Considerado um político forte que pode concorrer com o atual governador, Pedro Taques nas eleições de 2018, o ex-senador Jaime Campos está elegível e com condições para entrar na disputa, caso seja escolhido pelo grupo que irá compor com os democratas. Ele assegura ao MPopular, que está apto a disputar qualquer candidatura, e explica que não será vice de nenhum candidato ao governo. Serei candidato se tiver um grupo de partidos que apoie minha candidatura. Não serei vice de ninguém. Se eu resolver ser candidato, estou habilitado a disputar qualquer cargo em Mato Grosso. Se tem nego limpo na parada é Jaime campos, disse. Ainda frisa que o momento para discutir eleições será a partir de julho de 2018, e que na ocasião está focado a trabalhar em benefícios de Várzea Grande, município do qual tem a esposa, Lucimar Campos como prefeita. “Candidatura agora seria muito precipitado. As convenções partidárias serão a partir de julho de 2018 e conclui em agosto. Não estou discutindo política neste momento, ninguém pode ser afobado agora”. Sobre Oos vários processos que responde e o fato de ser condenado a devolver R$ 3 milhões, por supostos atos de improbidade administrativa, enquanto foi prefeito de Várzea Grande, em 2004, Jaime explica que irá recorrer, por se tratar de uma ação, que segundo ele, não foi ilícita.
PM VIRA ASSALTANTE E ACABA MORTO EM TENTATIVA DE ROUBO A BANCO

AMAZONAS - Em troca de tiros, o ex-policial militar, Francisco Ricardo, 28, morto com tiros no tórax e cabela, e um segurança e um cliente foram baleados durante tentativa de assalto na segunda-feira (16), na agência do Banco do Brasil no município de Iranduba, distante 27 quilômetros de Manaus em linha reta. Nenhum dinheiro foi levado do banco. Ricardo foi expulso da PM em 2018, por indisciplina.
SARGENTO TOMBA CRIVADO DE BALAS

PARAÍBA - O sargento reformado da Polícia Militar, conhecido como Canindé, foi assassinado a tiros  na noite de sábado (14) às margens da BR 101 numa estrada de Barro, em Várzea Nova, Santa Rita. O crime é um mistério e ninguém sabe as circunstâncias. O policial estava armado com uma pistola e um revólver e as autoridades responsáveis pelo caso não sabem se ele reagiu a um assalto ou se foi executado por pistoleiros.
VEREADORES REVOLTADOS EXIGEM CABEÇA DE PRIMEIRA-DAMA

O prefeito de terceiro mandato de Paranatinga, pecuarista Vilson Pires (PRP), está numa saia-justa tanto junto aos vereadores quanto em relação à própria esposa, primeira-dama e secretária de Administração, Lindineide Belém de Freitas (FOTO). Acontece que, numa decisão inédita, 10 dos 11 parlamentares assinaram um ofício, pedindo o afastamento imediato de Lindineide. Sustentam que ela está "cometendo atrocidades de todas as espécies, perseguindo servidores, criando dentro da gestão um clima de terror frente aos seus comandados.

PREFEITA NA CORDA BAMBA!

Possível perda do mandato  de Lucimar Campos desanima grupo politico



Fonte: Lesle Rondon (TVNews)

Pela segunda vez a Justiça Eleitoral de Várzea Grande cassou o mandato da prefeita Lucimar Campos (DEM), por abuso de poder econômico, político e compra de votos nas eleições de 2016. A possível cassação de mandato de Lucimar trouxe uma instabilidade política a Várzea Grande e está causando desanimo no seu grupo político. A decisão de cassação foi proferida no dia 2 de novembro pelo juiz Carlos José Rondon Luz, da 20ª Zona Eleitoral de Várzea Grande e atendeu a um pedido formulado pela coligação “Mudança com Segurança”, encabeçada pelo candidato derrotado a prefeito, Pery Taborelli (PSC). Esse cenário teve um impacto negativo e atingiu de certo modo candidatura de Jaime Campos (DEM) principal conselheiro político da esposa Lucimar que avaliava a possibilidade de ser candidato nas eleições de 2018. Imune até o momento das acusações de esquemas de corrupção que dominam o cenário político de Mato Grosso. Jaime cogitava enfrentar a candidatura majoritária seja no senado ou até mesmo no governo. E esse cenário ficará pior se a prefeita for retirada do cargo.